sexta-feira, 19 de maio de 2017

Proventos e Investimentos - Maio 2017

Parcial de maio: 


Carteira -1,41% x -4,23% Ibovespa 

Proventos:

Tesouro Direto (cupons)

Yield de 0% no mês (4,07%* no ano)

FII (dividendos)

Yield de 0% no mês (2,52% no ano)

Ações (dividendos e JCP)

- ITUB3 R$0,015/ação
- GRND3 R$0,31/ação*
- TAEE11 R$0,99/ação*

Yield de 0,42% no mês (1,58% no ano)

*valores líquidos, já descontado o IR correspondente.

Aporte: Cielo, Portobello e Taesa.

Bom, era isso. Bom final de maio a todos!

sábado, 29 de abril de 2017

Fechamento - Abril 2017

Atualização da carteira em 28/04/2017:

Com base na planilha de cotas do AdP, a carteira...

 

... teve uma valorização de -0,62% no mês (Ibovespa 0,64%)
... valorizou 12,80% no ano (Ibovespa 8,59%)
... tem uma rentabilidade histórica de 18,51
%
... teve um crescimento do capital de -1,49% no mês
... tem um crescimento do capital histórico de 117,83% (jan/2013).

Com relação aos proventos (calculados pelo preço médio de compra dos ativos):

Yield das ações no mês: 0,61% (no ano, 1,18%)
Yield dos FII no mês: 0,46% (no ano, 2,52%)
Yield do TD no mês: 0% (no ano, 4,07%)
Yield em abril: 0,57% (no ano, 1,70%)


 
Já a divisão da carteira ficou assim:



Ações:
ABEV3     10,24% 
CIEL3        9,54% 
CMIG3       8,41% 
ELPL4      10,54%
GRND3    12,20%
ITUB3       12,64%
PTBL3       4,41%
TAEE11     6,64%
VALE5      15,16% 
WEGE3   10,22%

TD:
NTN-F 010121 54,20% 
NTN-F 010123 17,92
NTN-F 010125 17,78%
NTN-F 010127 10,10%

Mais um mês de muita correria. Cidade nova, rotina diferente e muito a aprender.

Aos poucos as coisas vão se acertando na vida profissional - o que acabou por me encorajar a ser mais criterioso e menos tolerante com relação aos ativos da carteira.

Se fiz boas ou más escolhas, só o tempo dirá. Neste momento, fico feliz por pagar um custo muito pequeno para fazer estas correções de rota na minha vida financeira.

Chega de divagações, vamos aos números.

Proventos:

- XPGA11:  R$1,00/cota.
- ITUB3:     R$0,015/ação
- GRND3:  R$0,43/ação*
- VALE5:     R$0,77/ação*


*valores líquidos, já descontado o IR correspondente.


Bonificação:

- CIEL3: 1:5 (20%) com preço de R$ 2,65/ação.

Compras de abril: Taesa (saídas de XPGA11 e BCFF11b).

Não considero com isto ter desistido dos FIIs, apenas não vislumbro motivos para aportar mais dinheiro num fundo que vem patinando vai algum tempo (proposta de aumento de capital de BCFF11b), tampouco aprovo a ideia de mascarar más escolhas de alocação por parte do administrador incorporando o fundo num outro maior (fusão do XPGA11 com o MXRF11).

Como o dinheiro proveniente da troca foi maior que a compra de Taesa e como eu também não consegui tempo neste finalzinho de mês para reaplicar os proventos recebidos, o capital da carteira caiu mais que a rentabilidade mensal. Tal distorção será corrigida em maio.

Ainda assim, a carteira voltou a ter 10 ativos na renda variável e o foco continua sendo equipará-los percentualmente.

Na última semana de abril começou a divulgação dos balanços do primeiro trimestre de 2017. As divulgações seguirão até a segunda semana de maio.

Segue relação dos ativos da minha carteira de ações com seus respectivos resultados do 1t17 (ou sua data de divulgação):

Ambev:        04/05/17
Cielo:           02/05/17
Cemig:        ??/??/??
Eletropaulo: 05/05/17
Grendene:   R$ 172M
Itaú:             03/05/17 
Portobello:   05/05/17
Taesa:         05/05/17
Vale:            R$ 7,942B
Weg:           R$ 257M


Proventos previstos para maio: ITUB3 (R$0,015/ação) e GRND3 (R$0,31/ação*).

Bom, era isso. Um ótimo mês de maio a todos!

terça-feira, 11 de abril de 2017

Proventos e Investimentos - Abril 2017

Parcial de abril: 


Carteira -2,17% x -0,96% Ibovespa 

Proventos:

Tesouro Direto (cupons)

Yield de 0% no mês (4,07%* no ano)

FII (dividendos)

- XPGA11: R$1,00/cota.

Yield de 0,46% no mês (2,52% no ano)

Ações (dividendos e JCP)

- ITUB3 R$0,015/ação
- GRND3 R$0,43/ação*
- VALE5 R$0,77/ação*

Yield de 0,61% no mês (1,18% no ano)

*valores líquidos, já descontado o IR correspondente.

Venda de BCFF11b e XPGA11, compra de Taesa e aporte a definir.

Bom, era isso. Bom final de abril a todos!

sexta-feira, 31 de março de 2017

Fechamento - Março 2017

Atualização da carteira em 31/03/2017:

Com base na planilha de cotas do AdP, a carteira...

 

... teve uma valorização de -2,52% no mês (Ibovespa -2,52%)
... valorizou 13,36% no ano (Ibovespa 7,90%)
... tem uma rentabilidade histórica de 19,04
%
... teve um crescimento do capital de -2,40% no mês
... tem um crescimento do capital histórico de 121,13% (jan/2013).

Com relação aos proventos (calculados pelo preço médio de compra dos ativos):

Yield das ações no mês: 0,57% (no ano, 0,61%)
Yield dos FII no mês: 0,66% (no ano, 2,06%)
Yield do TD no mês: 0% (no ano, 4,07%)
Yield em março: 0,51% (no ano, 1,11%)


 
Já a divisão da carteira ficou assim:



Ações:
ABEV3     10,81% 
CIEL3        9,87% 
CMIG3     11,41% 
ELPL4      10,32%
GRND3    11,86%
ITUB3      13,25%
PTBL3       4,65%
VALE5     17,21% 
WEGE3   10,62%



FII:
XPGA11     58,21% 
BCFF11b   41,79%



TD:
NTN-F 010121 53,98% 
NTN-F 010123 17,93
NTN-F 010125 17,89%
NTN-F 010127 10,20%



Por fatores que, ao final, acabam se interligando, março foi um mês ótimo na vida pessoal, mas apenas razoável nos investimentos. 

Não costumo comentar minha vida pessoal aqui, mas desta vez uma explicação é necessária: fui chamado para um cargo de nível superior (meu cargo anterior era de nível médio) e, por causa da nova rotina/local de trabalho, tive de comprar um automóvel. Fiz isso à vista, utilizando o dinheiro que recebi do FGTS + boa parte da reserva de emergência.

Por um lado fico triste, uma vez que a ideia inicial era aportar todo o dinheiro do FGTS na carteira. Por outro, mesmo com a criação de um novo passivo e da necessidade de repor a reserva de emergência, o incremento da renda ativa compensa com sobras tudo isso.








Chega de divagações. Voltemos à carteira.

Proventos:

- BCFF11b: R$0,55/cota;
- XPGA11:  R$0,90/cota.
- ITUB3:     R$1,07/ação*
- WEGE3:  R$0,18/ação*
- CIEL3:     R$0,26/ação*


*valores líquidos, já descontado o IR correspondente.


Compras de março: Ambev (reinvestimento) e Portobello (saída de Eternit).

Sim, desisti da Eternit. Assim que informaram um atraso na entrega do balanço anual não consegui vislumbrar luz no final desse túnel.

Com isto, a carteira voltou a ter, temporariamente, 9 ativos. Como a ideia sempre foi ter 10, estou estudando as possibilidades. Assim que me decidir, informo vocês.



Na última semana de janeiro começou a divulgação dos balanços anuais. As divulgações seguirão até o final de março, quase se confundindo com os balanços do primeiro trimestre de 2017.

Segue relação dos ativos da minha carteira de ações com seus respectivos resultados do 4t16 (ou sua data de divulgação) e anual:

Ambev:        R$4,833B  (R$ 13,083B)
Cielo:           R$1,064B    (R$ 4,183B)*
Cemig:         07/04/2017    (R$ 641M)
Eletropaulo: R$ 19M        (R$ 21M)
Grendene:   R$ 247M      (R$ 634M)
Itaú:             R$ 5,940B    (R$ 23,582B)
Portobello:   R$ 5M         (R$ 2M)
Vale:            R$ 1,463B   (R$ 13,296B)
Weg:            R$ 325M      (R$ 1,128B)

*Cielo divulgou uma bonificação de 1:5 (20%) data -com 12/04/2017 e valor por ação bonificada de R$2,65.

Proventos previstos para abril: XPGA11 (R$1,00/cota), BCFF11b, ITUB3 (R$0,015/ação), GRND3 (R$0,43/ação*) e VALE3 (R$0,77/ação*).

Bom, era isso. Um ótimo mês de abril a todos!

quarta-feira, 15 de março de 2017

Proventos e Investimentos - Março 2017

Parcial de março: 


Carteira 0,82% x -0,64% Ibovespa 

Proventos:

Tesouro Direto (cupons)

Yield de 0% no mês (4,07%* no ano)

FII (dividendos)

- BCFF11b: R$0,55/cota;
- XPGA11: R$0,90/cota.

Yield de 0,66% no mês (2,06% no ano)

Ações (dividendos e JCP)

- ITUB3 R$1,07/ação*
- WEGE3 R$0,18/ação*
- CIEL3 R$0,26/ação*

Yield de 0,54% no mês (0,58% no ano)

*valores líquidos, já descontado o IR correspondente.

Aporte em Ambev.

Bom, era isso. Bom final de março a todos!

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Fechamento - Fevereiro 2017

Atualização da carteira em 24/02/2017:

Com base na planilha de cotas do AdP, a carteira...

 

... teve uma valorização de 7,25% no mês (Ibovespa 3,08%)
... valorizou 16,32% no ano (Ibovespa 10,68%)
... tem uma rentabilidade histórica de 22,16
%
... teve um crescimento do capital de 8,07% no mês
... tem um crescimento do capital histórico de 126,56% (jan/2013).

Com relação aos proventos (calculados pelo preço médio de compra dos ativos):

Yield das ações no mês: 0,04% (no ano, 0,04%)
Yield dos FII no mês: 0,62% (no ano, 1,40%)
Yield do TD no mês: 0% (no ano, 4,07%)
Yield em março: 0,07% (no ano, 0,58%)


 
Já a divisão da carteira ficou assim:




Ações:
ABEV3      9,75% 
CIEL3        9,46% 
CMIG3     12,99% 
ELPL4       9,24%
ETER3      3,19%
GRND3    10,40%
ITUB3      13,66%
PTBL3       1,87%
VALE5     19,13% 
WEGE3   10,31%



FII:
XPGA11     56,06% 
BCFF11b   43,94%



TD:
NTN-F 010121 54,11% 
NTN-F 010123 17,89

NTN-F 010125 17,85%
NTN-F 010127 10,15%


Caso você goste de ouvir uma música enquanto lê o resumo do mês, deixo aqui uma sugestão:

Deep Purple - Highway Star


Fevereiro passou muito rápido. Mesmo. Eu só parei para respirar agora, com o Carnaval.

Pelos números alcançados até aqui, posso dizer que os poucos dias úteis do mês não prejudicaram o desempenho da carteira. Espero que prossiga assim nos próximos meses.

Proventos:

- BCFF11b: R$0,55/cota;
- XPGA11:  R$0,80/cota.
- ITUB3:     R$0,015/ação
- ABEV3:    R$0,07/ação


*valores líquidos, já descontado o IR correspondente.

Compras de fevereiro: Ambev.

Na última semana de janeiro começou a divulgação dos balanços anuais. As divulgações seguirão até o final de março, quase se confundindo com os balanços do primeiro trimestre de 2017.

Segue relação dos ativos da minha carteira de ações com seus respectivos resultados do 4t16 (ou sua data de divulgação) e anual:

Ambev:        02/03/2017  (R$ 8,250B)
Cielo:           R$1,064B    (R$ 4,183B)*
Cemig:         28/03/2017    (R$ 641M)
Eletropaulo: R$ 19M             (R$ 21M)
Eternit:         14/03/2017       (R$ -7M)
Grendene:   R$ 247M         (R$ 634M)
Itaú:             R$ 5,940B  (R$ 23,582B)
Portobello:   17/03/2017        (R$ -3M)
Vale:            R$ 1,463B  (R$ 13,296B)
Weg:            R$ 325M      (R$ 1,128B)

*Cielo divulgou uma bonificação de 1:5 (20%) data -com 12/04/2017 e valor por ação bonificada de R$2,65.

Proventos previstos para março: XPGA11 (R$0,90/cota), BCFF11b, ITUB3 (R$1,07/ação*), WEGE3 (R$0,18/ação*) e CIEL3 (R$0,259/ação*).

Bom, era isso. Um ótimo mês de março a todos!


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Proventos e Investimentos - Fevereiro 2017

Parcial de fevereiro: 

Carteira 6,07% x 4,86% Ibovespa 


Proventos:

Tesouro Direto (cupons)

Yield de 0% no mês (4,07%* no ano)

FII (dividendos)

- BCFF11b: R$0,55/cota;
- XPGA11: R$0,80/cota.

Yield de 0,62% no mês (1,40% no ano)

Ações (dividendos e JCP)

- ITUB3 R$0,015/ação
- ABEV R$0,07/ação

Yield de 0,04% no mês (0,04% no ano)

*valores líquidos, já descontado o IR correspondente.

Aporte em Ambev.

Bom, era isso. Bom final de fevereiro a todos!